A medida faz parte do pacote de ações para diminuir os impactos da severa estiagem deste ano.

A Prefeitura de Óbidos, por meio da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, está realizando essa semana a entrega de mais de 2 mil cestas básicas para as populações de 39 comunidades ribeirinhas no município.

A medida faz parte das ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução, a partir do decreto de emergência publicado pela gestão municipal em outubro de 2023, em virtude da rigorosa estiagem que assolou a região.

Cestas de alimentos.

A embarcação com as cestas de ajuda humanitária está percorrendo as comunidades ao longo do Rio Amazonas, no município obidense, levando alento, carinho e um pouco mais de esperança para as famílias.

“É um momento de alegria, felicidade e de agradecimento ao prefeito, governador e a defesa civil e toda a equipe que está no trabalho. A cesta de alimentos chegou para nós no momento certo, nós estamos nos aproximando do Natal e vai ser assim uma grande ajuda mesmo”, agradeceu a comunitária, Maria Pimentel.

Com o acentuado verão amazônico, o nível do Rio Amazonas alcançou o seu mais baixo nível histórico já registrado, o que dificultou o acesso a água potável em muitas localidades. Considerando a realidade de sofrimento e desafios enfrentados, a ajuda humanitária representa um alívio para os moradores.

“Essa ajuda chegou no momento certo. Que só sabe quem mora aqui a dificuldade que o povo passa, então a gente agradece muito a defesa civil, o prefeito que nunca deixou de nos ajudar, e nós só temos a agradecer por todo esse cuidado, somos muito gratos mesmo”, disse Terezinha Viana, moradora da Comunidade Trindade.

Durante a semana, o trabalho da defesa civil vai ser realizar a entrega das cestas básicas, às demais comunidades ribeirinhas onde já existe um levantamento das famílias cadastradas para o recebimento.

“Atendemos a região do Parú, Maria Tereza, toda aquela região lá de cima também, e graças a Deus estamos na décima comunidade realizando essa entrega, e nós vamos seguir para as demais comunidades até completar esse atendimento. Na sequência iremos para a Ilha Grande, região do Ipaupixuna e Paraná. A nossa expectativa é que até sexta-feira nós tenhamos concluído essas entregas”, informou Jamerson Amaral, Coordenador Municipal de Defesa Civil.

O prefeito Jaime Silva destacou o trabalho de articulação para que a ajuda humanitária pudesse chegar em tempo hábil ao município.

“Nossa equipe fez todo um trabalho desde o decreto de emergência para que hoje pudéssemos contemplar a chegada dessa ajuda humanitária. O Governo Federal e o Governo do Estado reconheceram a situação de emergência do nosso município e aos poucos essa tão importante ajuda está chegando para a nossa população que tanto sofreu com a seca”, enfatizou o prefeito.

Projeto Mãos que Ajudam

No final do mês de novembro, deste ano, uma parceria entre a Igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e a Prefeitura de Óbidos, levou mais de 5 mil garrafões de água e cestas básicas para comunidades ribeirinhas do município que foram atingidas pela forte estiagem neste ano de 2023.

Por: Marcos Cantuário/Ascom-PMO

Fotos: Odirley Santos/Ascom-PMO

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade