A cidade de Óbidos tem uma história rica e culturalmente linda, seus filhos preservam e detém um amor incondicional por ela.

02 de outubro de 1854 a então vila de Óbidos era elevada à condição de Cidade através da Lei Provincial Nº 252, assinada pelo Presidente da Província do Pará: Sebastião do Rego Barros. Vamos voltar ao passado e rever alguns dos fatos acontecidos naquela distante década do século XIX, quando Óbidos foi elevada à categoria de Cidade...

09 de janeiro de 1853 – Toca o porto de Óbidos, por volta das 9h30 da manhã, o vapor “Marajó”, em sua navegação comercial entre a capital do Grão-Pará e a cidade de Barra do Rio Negro (Manaus), capital da Província do Amazonas.

28 de dezembro 1853 – Nasce, em Óbidos, Herculano Marcos Inglês de Sousa, filho do Dr. Marcos A. R. de Sousa e de dona Henriqueta Inglês de Sousa.

24 de janeiro de 1854 – Através de um “Aviso Reservado”, o governo imperial autoriza a reconstrução da Fortaleza Pauxis, com um novo projeto de construção apresentado pelo major Marcos Pereira Salles.

17 de julho de 1854 – É oficialmente instalada a Colônia Militar de Óbidos, com a vinda de colonos portugueses que se instalaram pouco acima da sede municipal, junto à foz do rio Trombetas.

Neste ano de 1854 – É criado o Gabinete de Leitura Obidense, considerada a primeira Biblioteca Pública de Óbidos, que possuía um acervo de 1.300 livros e mantinha um pequeno teatro onde se apresentavam os atores amadores locais.

25 de julho de 1855 – Como fruto de uma promessa da população local é dado inicio a construção da capela do “Bom Jesus” em Óbidos.

31 de outubro de 1855 – Os dados oficiais até esta data, indicam que 419 pessoas foram atacadas pelo “colera morbus”, tendo vindo a óbito 122 pessoas. A epidemia de cólera chegou até Óbidos através dos colonos que vieram a bordo da galera portuguesa “Defensor”, destinados à recém-criada Colônia Militar.

08 de abril de 1857 – Nasce na cidade de Óbidos, PA, José Veríssimo Dias de Matos. Era filho do Capitão José Veríssimo de Matos e de dona Ana Flora Dias de Matos. Professor e Crítico Literário, membro fundador da Academia Brasileira de Letras e também pertencia ao quadro de sócios do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro – IHGB.

23 de junho de 1859 – Chega à Óbidos o médico e explorador alemão de nome Robert Avé-Lallemant. De sua viagem, que fora recomendada pelo Barão de Mauá, a bordo do Vapor “Marajó” escreveu uma interessante descrição sobre a terra obidense fazendo atendimentos médicos na população local.

10 de setembro de 1859 – É nomeado o novo Diretor da Colônia Militar de Óbidos, o capitão de mar e guerra Lourenço da Silva Araújo Amazonas, que substituiu o capitão de mar e guerra Pedro da Cunha, que havia pedido demissão do dito cargo.

Neste ano de 1859 – É registrada uma das maiores cheias do rio Amazonas. Segundo Ferreira Pena, Óbidos sofreu muito com esta grande cheia. Criadores de gado que antes possuíam de 3 a 5 mil cabeças de bovinos ficaram com o rebanho reduzido de 100 a 300 cabeças depois desta grande cheia.

traduzir para ingles traduzir para espanhol traduzir para alemão traduzir para frances traduzir para italiano traduzir para japonês traduzir para russo traduzir para polonês

Acesso à informação

Ouvidoria

Portal da transparência

LRF

Nota Fiscal Eletrônica

Portal da Transparência

Contra cheque on-line
Tempo